Da para imaginar que em Nova York existe uma estação de metro secreta? Sim ela existe. 

Também conhecida como City Hall Loop, a estação City Hall em Nova York é um verdadeiro tesouro subterrâneo da cidade. Decorada com vitrais, tijolos romanos, muitos arcos e lustres de bronze, a estação reflete a bela arquitetura da época em que foi construída.

Ela está desativada desde 1945 por ser muito estreita para os novos modelos de metrô. A estação foi o terminal sul da primeira linha de Metrô de Nova York e foi inaugurada em 1904.

Em 1905 ela foi aberta para visitação pública, tornando-se parte do New York Transit Museum. City Hall foi considerada uma das estações mais bonitas do mundo em 2009 pela revista Travel + Leisure.

Foi construída pela Interborough Rapid Transit Company (IRT), e era chamada de “Manhattan Main Line”.

A estação foi projetada por Rafael Guastavino, um engenheiro espanhol que deixou um legado impressionante em Nova Iorque — foi ele quem desenhou, entre muitos outros espaços, o Oyster Bar, na estação de metro Grand Central; a Elephant House, no Zoológico do Bronx; ou o mercado da Queensboro Bridge.

Localizada num espaço público, em frente à Prefeitura (City Hall) da cidade, foi projetada para ser a estação modelo do novo metrô.

Inaugurada em 27 de outubro de 1904, juntamente com a primeira linha de metrô de Nova Iorque. Neste dia passaram cerca de 150.000 pessoas pela estação 

Não tem uma única linha reta. Construída numa curva apertada, a arquitetura é toda curvilínea, das entradas aos tetos.

Com o aumento do número de carruagens a curva apertada de City Hall não podia ficar maior e a distância entre a plataforma e as carruagens era mais extensa do que o normal, um resultado da curvatura da linha. Com a modernização do meio de transporte, e a colocação de portas em todas as carruagens, esse gap tornou-se perigoso para os passageiros.

Numa transição quase natural, as pessoas passaram a preferir utilizar a estação Brooklyn Bridge, que ficava mesmo ali ao lado e era maior e mais conveniente. Com uma redução drástica no número de utilizadores, em 1945, o seu último ano de vida, recebeu apenas 600 passageiros. Em média, menos de duas pessoas por dia usaram a estação.

Os serviços foram descontinuados em 31 de dezembro de 1945.

Hoje existe um tour que acontece uma vez ao ano, mas não é fácil conseguir um bilhete: é preciso ser membro do New York Transit Museum (49$ por ano, não é obrigatório ter cidadania norte-americana)

Mais para nossa felicidade é possível ver a estação sem pagar um extra mais claro sem desembarcar nela também anota a dica. 

Assista o Video (ingles) abaixo para ver um pouco mais do local.

Onde Fica

Na estação Brooklyn Bridge, City Hall, e entrar no metrô 6, no sentido downtown. Essa é a última estação da linha 6, por isso não ache estranho se você for o único ocupantes de um vagão. Todo o mundo terá saído quando você entrar.

De dentro do trem, enquanto ele faz uma volta para ir no sentido uptown, você vê uma estação conhecida como City Hall. Tirar fotos é difícil por conta do reflexo das luzes do vagão nos vidros o Melhor aproximar o rosto da janela e guardar a experiência na memória.

BY:

[email protected]

Jornalista, fotografa brasileira em Nova York e autora do Blog Nova York. Vanessa Carvalho é apaixonada pela vida e pela cidade de Nova York, realiza muitas pesquisas para proporcionar...

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *